Joffre

Lapso de Memória - UOL Blog

Lapso de Memória


03/05/2008


É Sempre Vontade

 


É Sempre Vontade



Uma vontade estranha que vem e ninguém sabe o porquê
Um instinto sem uma razão ou sem função que consiga ver
Aquela coisa que chega e não vai que aparece e não some
Que não tem direção apenas surge quando ninguém pensa


Uma sensação que aparece quando os olhos estão abertos
O barulho que invade cada parte que controla o movimento
Um estrondo que arranca do peito o lado inerte que desperta
É a vontade que consome o ar que contorna a pele do corpo


É sempre vontade quando os pensamentos não são vigiados
Nos instantes que os desejos da mente escapam do controle
Naquelas horas que somente a conversa não consegue deter
Quando a fantasia não permite que a vontade seja dominada


As mãos estremecem com o mero contato com a imaginação
Os sonhos vêm à tona como se quisessem ar para sobreviver
As manias reaparecem e as artérias pulsam em descompasso
Nas madrugadas que a vontade se instala a cobiça é maestria


É a insônia que desfalece o corpo no propagar de suas crises
O virar e revirar na cama contando histórias para poder dormir
A contagem sem número para ultrapassar um momento inerte
Assim o tempo parece não passar quando se revela a vontade


É apenas uma vontade que não possui nome nem tem uma cor
Algo que não se expressa que não define forma nem tem sabor
Aquilo que consome os dias e se estica pela noite sem perecer
Apenas uma vontade que às vezes vem e eu não sei esconder.

Escrito por Joffre Cardoso às 15h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil

Joffre Cardoso


Meu perfil
BRASIL, Nordeste, NATAL, Homem, de 26 a 35 anos
MSN - joffrecardoso@yahoo.com.br

Histórico